A disrupção chega aos nossos ouvidos com a ideia de “romper padrões” já conhecidos do mercado. Ser disruptivo é ser inovador, moderno, adaptável e ter condições de atender um mercado que já está mais do que preparado para consumir um serviço diferente.

Século XX: demos as boas-vindas à internet e ao “novo mundo”.

Pode entrar: nova economia.

Esse mundo é volátil e muitos, hoje em dia, gostam de chamá-lo de líquido.

Tudo isso porque as transformações acontecem de forma extremamente acelerada.

Se pensarmos em produtos e serviços, antigamente as empresas apareciam com soluções e isso fazia nascer uma demanda na gente.

Hoje em dia, a demanda surge em nós, enquanto consumidores, e as empresas correm para ver quem vai atender essa necessidade mais rápido.

Como eu falei lá em cima, ser disruptivo é conseguir atender esse mercado que está mais do que preparado para consumir algo diferente.

A disrupção já existente nos mercados

Quando eu comecei a trabalhar em uma startup focada na disrupção de um mercado específico, comecei a reparar mais nesse movimento.

Mesmo se você não trabalha com essa realidade, com certeza já percebeu que alguns mercados correram para desenvolver e entregar soluções para as novas demandas.

E isso que falei agora é fundamental: não é só inovar, é distribuir.

Faz sentido, né? Por isso, eu separei alguns mercados que, além de abraçar a disrupção, também distribuíram essa ideia para o mercado.

Mercado financeiro

A disrupção no mercado financeiro já é bem conhecida por meios das fintechs e dos bancos digitais.

Burocracia, taxas, filas, taxas… taxas…

Esses são pontos sensíveis quando o assunto é banco. De olho nessa demanda por serviços financeiros descomplicados, os bancos digitais nasceram.

Aqui podemos citar, claro, o Nubank. O banco Inter. O banco Original. Neon… E alguns outros que também entraram para o jogo.

Vale reforçar que os bancos tradicionais também começaram a ficar de olho nessa tendência.

Mercado contábil

Além do mercado financeiro, o contábil também está passando pela disrupção.

Alguns meios de comunicação do mundo inteiro já falaram que essa profissão chegaria ao fim.

Expressões como contabilidade consultiva e BPO financeiro começaram a entrar em conversas de profissionais dessa área.

Aqui, a mesma coisa, soluções começaram a aparecer para abraçar essa demanda por uma nova modalidade da contabilidade.

Para ilustrar, separei alguns nomes para vocês: Nibo, Conta Azul e Contabilizei.

Mercado de food delivery

Esse aqui chegou chegando, né?

Minha fatura do cartão que o diga 😛

Comodidade para pedir, facilidade para pagar e customização do pedido são pontos que permitiram a disrupção na entrega de comida ser esse sucesso.

Aqui podemos citar: iFood, Uber Eats e Rappi como alguns exemplos mais populares.

O Rappi ainda ampliou esse serviço para eventuais necessidades, como remédios, roupas e a categoria “qualquer coisa”.

evolutto-consultoria-escalavelPowered by Rock Convert

Mercado imobiliário e hoteleiro

Aqui a mesma coisa.

Se você já buscou imóvel para alugar ou comprar sabe que a burocracia é imensa.

E para achar um fiador, então?

Foi assim que o Quinto Andar nasceu. Pensando em facilitar, descomplicar e deixar essa busca por imóveis mais fácil e até mais possível.

E o mercado hoteleiro?

O Airbnb, hoje, movimenta 3 vezes mais a economia no Brasil que hotéis.

Surreal, né?

Isso sem nenhum quarto de hotel.

Imagina só como devem estar os grandes nomes do mercado hoteleiro…

Mercado de consultoria

Aqui eu entro 🙂

A consultoria tradicional é um serviço caro, não tem jeito.

Altos custos com logística e com profissionais são realidade dos consultores tradicionais.

Pensa o poder de escala que esse profissional tem. Já te adianto: zero.

A média mundial de atendimento desse mercado é 4 a 5 clientes simultâneos por consultor.

Para escalar um serviço complexo como esse, os custos vão lá para cima. Contratando mais gente e gastando ainda mais com logística com eles.

Pensando nisso surgiu o Evolutto, uma plataforma para você controlar, gerenciar e atender os seus clientes.

Como assim?

Com o Evolutto, você produtiza a sua consultoria e um consultor consegue atender uma média de 50 clientes simultâneos.

Te convido a acessar alguns dos materiais do Evolutto para entender melhor sobre isso 🙂

Abrace a disrupção, a mudança

Bruce Lee disse: abrace a mudança, a imprevisibilidade.

E é verdade.

A única saída para não ficar vulnerável às mudanças do mercado é abraçar a disrupção.

O título desse texto é para lembrá-los que ninguém gosta de software, plataforma e aplicativos. Por mais que todos meus exemplos foram em torno de plataformas e aplicativos…

A gente gosta mesmo da solução que ele nos oferece.

Disrupção não é tecnologia.

Tecnologia é conveniência.

Disrupção é mindset.

Responder

  • Nome
  • Seu melhor e-mail