Skip to main content

Como a Weagle Consultoria superou em mais de 1000% seu faturamento utilizando a solução do Evolutto

3.6/5 - (7 votes)

Fundada há mais de 08 anos, a Weagle Consultoria é uma consultoria especializada nos serviços de Governança e Gestão Ágil por Indicadores, M&A e Valuation de Negócios, contendo uma experiência de mercado de não somente prestar os serviços, mas também de aplicar na 4 empresas já fundadas no Grupo.

Em todos esses anos desenvolvendo negócios e transformando vidas, foram mais de 50 mil horas de projetos realizados, 200 empresas atendidas em 3 países diferentes e 220 milhões gerenciados por sua equipe ao ano.

Weagle Consultoria

Pedro Muschitz, fundador da consultoria, conta que sempre tentou fazer aquilo que as pessoas não conseguiam. Enquanto ainda cursava administração, um professor de controladoria financeira que possuía uma consultoria Boutique lhe falou que era impossível ter uma consultoria com escala ou algo que saísse de 2, 3 pinos. Ele, por sua vez, que sempre foi aquela pessoa que gostava de andar contra os impossíveis da vida, acreditava que deveria ter uma maneira.

Em entrevista exclusiva para o Evolutto, Pedro conta que iniciou sua carreira em uma empresa e estava em processo de implantação de Governança e Sucessão, mas que até então, nem sabia que isso se chamava governança. Na época, esse projeto consistia em criar um método de gestão de indicadores e controles financeiros para gerenciar todas as empresas desse grupo.

Foram dois anos nessa empresa até que, ao entregar o projeto e pedir as contas para morar no exterior, tudo mudou: a viagem acabou dando errado e Pedro acabou voltando à ativa como consultor.

“Eu não queria ficar preso e amarrado a nenhuma empresa, então pensei: eu vou criar algo que eu possa ter liberdade de tempo e geográfica e ainda crescer e me desenvolver; e então, porque não empreender e escalar minha própria empresa de consultoria?”

Pedro conta que, na época, ele não conhecia nada do mundo da consultoria. Nunca tinha tido experiência, lido livros e não conhecia grandes referências desse nicho. Então, ele resolveu ir do seu próprio jeito: mergulhou de cabeça nesse novo mundo e arriscou. “Algumas coisas deram certo e, outras, em pouco tempo, começaram a repercutir as dores do crescimento.”

Desafios

Weagle Consultoria

“Estávamos no nosso pico. Eram 10 consultores no Brasil, Estados Unidos e Portugal, possuíamos uma carteira de clientes que a gente já achava ótima, por volta de 60 clientes. Porém, em um determinado momento, eu pensei que não aguentaria mais atender novos clientes muito menos escalar e produtizar a minha consultoria. Foi aí que eu conheci o Evolutto.”

Quando seu amigo entrou em contato para dizer que havia achado uma coisa que poderia mudar a história e resolver seu problema, Pedro não acreditou. Ele conta que, antes mesmo de contratar os serviços da plataforma, seguiu as etapas e dicas de marketing, produtização e escala disponibilizados pelo Evolutto em webinars, vídeos, blogposts e e-books, e que isso lhe ajudou a conseguir arrumar a casa.

“Eu pensei: se eu pegar o produto de governança, estudar bem ele, colocar testes para rodar e estruturar todos os processos, inclusive financeiros, de maneira assertiva, eu conseguiria melhorar o valor da hora de cara, mesmo não sendo um objetivo precificar nesse modelo. Nisso, a nossa primeira conquista foi crescer em 500% o valor hora ganho.”

“Eu me lembro da história do pai do Igor, de ler sobre a história da empresa e pensar no quanto aquilo me provocou. Eu já consumia diversos materiais do Evolutto, mas foi vendo esse E-Book sobre Plano de Negócios, tem diversas maneiras muito diferentes de fazer as coisas. Foi aí que eu decidi voltar a batalhar pela consultoria e que tudo se transformou.”

Pedro relembra como se inspirou num discurso de Igor sobre legado. “Minha maior motivação para empreender sempre foi a propagação e a continuidade do legado da minha família. Meu avô e meu pai já tinham tido negócios e, infelizmente, uma trilha cheia de desafios que sempre nos fizeram ter mais dificuldade do que vitórias. Então foi em 2020 que eu tomei a decisão de começar a entender o Evolutto e tentar deixar minha marca na história. Essa seria a minha última tentativa de escala, caso desse errado deixaríamos a consultoria e passaríamos a empreender em outros negócios do Grupo.”

No início do processo de digitalização, ele conta sobre os desafios e problemas que sua consultoria enfrentava. “O pepino era grande. Estávamos muito conturbados: clientes errados, produtos errados, a nossa equipe não seguia os processos. Estávamos tão presos nesse looping que não tinha nem tempo de produtizar.”

“Nós estávamos tão sem rumo que, mesmo fazendo reuniões semanais da produção, não conseguimos fazer a produtização virar. Existia, além da necessidade de vender porque estávamos com a máquina vendendo daquele jeito louco todos os tipos de produto, a necessidade de trazer clientes de todo jeito para manter o caixa alto e conseguir sustentar o time de consultores. Quando eu fiz as contas, percebi que não conseguiria do dia para noite. A partir daí planejamos uma trilha de um a dois anos para estar com o negócio digital funcionando.”

Muschitz também conta que produtizar não foi difícil. “Difícil foi realmente a gente ter rotina e começar. Até que notamos que nosso maior problema era chegar nos clientes certos e comunicar que, a partir daquele momento, não atendíamos mais da maneira tradicional que estavam acostumados. Essa foi a grande chave cirúrgica, refizemos nosso plano estratégico e recriamos uma nova empresa. Esse ponto foi o mais difícil, são poucos que conseguem tomar essa decisão.”

Solução e Resultados

 

Weagle Consultoria

É sempre importante lembrar que o processo de escala e produtização não deixa de ser um processo. “Começamos a trazer consenso para o time, trazer a clareza, descobrindo… e até que foi lento o processo, volto a falar: tem coisas que a gente faz bem e coisas que não. Não me orgulho de ter demorado tanto, mas entendo que foi parte do processo, onde fomos corrigindo muitas arestas e então começamos a entregar esse novo formato para clientes que já possuíam grandes contratos com a gente.”

Ele também relembra o principal paradigma que existia antes de contratar o Evolutto: se perguntar se o cliente e os próprios consultores iam aceitar e como eles fariam isso, já que estavam tão acostumados com o modelo presencial. “Apesar desse medo, os resultados e números sempre estiveram ali para mostrar o que estava dando certo. Depois que assumimos o modelo digital, paramos de perder tempo, de gastar dinheiro com deslocamento, viagem e outros gastos que o presencial nos traz.”

Felizmente, os esforços foram recompensados e todo o processo deu certo. “Eu costumava atender às vezes cinco a seis clientes. Hoje, eu atendo 20 clientes trabalhando de três a quatro horas por dia para a minha consultoria. Nós temos um time que não é tão grande, mas é matador. Hoje estamos com seis consultores e dois conselheiros.”

“A gente começou a focar a empresa toda para uma direção: Governança, e fez desse o nosso produto principal. Depois dessa entrega de valor temos o produto de Governance Office, que é a manutenção da Governança, o produto de Valuation e M&A e estruturação do Board e hunting de conselheiros.”

Pedro conta sobre como esse método ajudou no processo de escala. “Basicamente eu peguei um produto grande e completo e desmembrei em fases conforme a necessidade dos clientes. Então hoje, com esse time, a gente está com a vida muito mais estruturada, e organizada. Por consequência, controlar o serviço técnico especializado e seus consultores acabou se tornando cada vez mais fácil, porque o time realmente segue os processos.”

“Quando me perguntam qual foi a maior transformação que o Evolutto trouxe, eu digo que foi a mudança do mindset. Quando ajustamos isso, a operação ficou mais ágil e mais rentável, e hoje eu já tenho contratos dentro da plataforma que superam em +1.000% do nosso antigo ganho. Tem mais escala do que isso?”

Ganhos e benefícios

Quando questionado sobre os outros benefícios que o Evolutto trouxe para a Weagle, Pedro contou que foram variados. Entre eles, ter uma carteira ativa do produto de Governança, a partir do Evolutto eu consegui criar uma metodologia que vale muito dinheiro, focada em governança ágil, algo que é difícil de encontrar no Brasil.”

O CEO da Weagle Consultoria também conta sobre a adaptação desses clientes que migraram para o digital. “Um cliente meu de muitos anos de consultoria analógica me mandou vários áudios contando o quanto achou a plataforma e o método fantásticos, porque assim ele podia ver o vídeo, rever, fazer anotações e ter insights no seu próprio tempo. De certa maneira essa é uma das maiores entregas que podemos fazer: conteúdos tangíveis.”

“Algo que o Igor sempre fala é que, se não der certo, quase sempre o problema está no produto. E isso é verdade. Evolutto fez com que as nossas entregas melhorassem ainda mais. Você oferece uma experiência para o cliente totalmente diferente: você não precisa enviar o material para ele, está tudo no mesmo lugar sempre.”

Pedro também fala de como o processo de produtização te faz rever muitas lacunas em branco do seu método. “A plataforma nos faz inclusive testar e validar se o nosso serviço é bom. Uma coisa que aconteceu com a gente foi perceber que algumas etapas dos nossos produtos não eram boas, e eu só percebi isso quando comecei a produtizar minha consultoria. Faltava contexto, conexão, amarração. O processo da produtização foi, primeiro, uma revisão do nosso produto. Depois da revisão, veio a organização do local e aí sim começamos a subir tudo na plataforma.”

Pedro também conta sobre as próximas metas e sonhos que a consultoria deseja alcançar. “A gente começou a pensar e perceber que, nesse modelo, conseguimos até mesmo vender a nossa empresa um dia. Então hoje trabalhamos com produto, mas sonhamos com o Valuation. Começamos a migrar nossas metas para criar um ativo massivo de base de clientes, de material, de metodologia, de processos com alto NPS para, quem sabe um dia, vender para outra empresa de consultoria.”

Pedro finaliza contando o que falaria para as pessoas que ainda tem alguma dúvida sobre a eficácia da consultoria digital e a realidade da cultura digital. “O digital é algo que veio para ficar para nossa empresa e vai ficar para o mundo. Quem sabe daqui a pouco a consultoria não vai estar lá no metaverso?”

Por último, o CEO da Weagle deixa um conselho para quem deseja ingressar no mundo digital. “Se você seguir o processo, executar a produtização, vender corretinho e ser um bom consultor dedicado com um produto ok, não tem como dar errado.”

Responder